domingo, junho 24, 2007

O BANCO DA MÃE JOANA





ESCOLHA A IMAGEM QUE MAIS COMBINA COM O SEU BANCO

O Banco do Brasil, apesar de ser o mais antigo do país, parece ainda não ter encontrado sua verdadeira identidade: Após o mico que pagou - transformando seus letreiros em Banco do José e Banco da Maria (dizem que houve gente humilde que, desinformada, voltou da porta...), não obtendo com isso resultado algum senão o de passar uma mensagem confusa, tipo "sou todos e ninguém"- agora posa de carente com o jingle empresatado do Skank: "me sinto só, me sinto só, me sinto tão seu..."
Ora, seu é o car@%$ho!
Os anúncios na tv são tão pasteurizados e estereotipados quanto possível: executivos de terno e óculos, famílias de negros sorridentes, engenheiros de capacete, médicos com estetoscópios e por aí vai.
Aliás, nunca vemos essas pessoas no Banco do Brasil.
Exceto pelas viúvas e filhas de generais em Copacabana, nem sabemos ao certo quem é o cliente do Banco do Brasil - e pelo visto, nem ele!
Outros bancos utilizam papel reciclado para imprimir cheques e extratos.
Enquanto isso, na contra-mão, o Banco do Brasil compra papel importado da Inglaterra para fazer seus talões de cheque, alegando que são mais difíceis de falsificar - Ei, "talões" aqui é mera figura de linguagem: refiro-me àquelas folhas avulsas, impressas fora de registro, que já vêm com cara de falsas de dentro daquelas máquinas infectase seculares, que só funcionam quando o operador que fica ali atrás botando lenha não está botando lenha lá atrás (OPS!). Mesmo assim, tem mais cheque do BB clonado por aí que chuchu na cerca.
Afinal, ele pretende atingir o povão, fazendo uma campanha que o povão não entende? Ele quer que o povão se sinta parte da elite, ou quer se fazer de banco popular? E quando o povão entra lá, ignorado e mal-atendido por estagiários de avental, com suas tarifas caras, e seu crédito, claro, inacessível...
Ou ele pretende atingir a classe abastada, que quando entra lá é atendida pelo mesmo estagiário de avental, retira cheques de 4 em 4 em papel que o inglês deve usar pra limpar a bunda, conta com o serviço online mais antiquado que andar pra frente e retira extratos das mesmas maquininhas sebentas, cuja impressão já vem falhada e que, na hora de você fazer seu imposto de renda, já se apagou - a despeito de você tê-los guardado ao abrigo do calor, da luz e da puta-que-o-pariu, conforme as instruções do verso...
Agora ele se sente só, tadinho do meu banquinho...
Diretores geniais e preparadíssimos APROVARAM esta campanha! E ainda pagaram por ela!!!
Tudo isso, quando slogan bem mais adequado teria esta coluna lombar a ofertar-lhes, graciosamente:
- BANCO DO BRASIL - O NOME DIZ TUDO.





quinta-feira, junho 21, 2007

HOJE NÃO!


... Já não te disse que estou com dor de cabeça??

sexta-feira, junho 15, 2007

JARGÃO PROFISSIONAL




Relaxa e goza você, sua filha-da-puta

Exemplo de uma frase que se aplica a qualquer situação, não importa a posição que se ocupe - caso da sexóloga, dublê de ministra, política, ou será ex-mulher de quatrocentão, ou atual de argentino milongueiro, ou mãe de roqueiro ruim ou ex prefeita ou...enfim, NADA.

segunda-feira, junho 11, 2007

"Vocês não entenderam nada!"


Pra ficar com esse corpinho, tem que papar tudinho...

- ENTÃO, por favor, O Sr. NOS EXPLIQUE
...ou ainda, quem sabe ASSIM o Sr. entende!

quinta-feira, junho 07, 2007

CIDADE MARAVILHOSA


O trecho da Linha Vermelha próximo à saída para a Linha Amarela - um dos pontos turísticos mais emblemáticos do Rio, está sendo recapeado.
Isto significa asfalto irregular, fresado, desnivelado e sem demarcações entre as pistas.
Para ficar melhor, não há placas sinalização avisando aos motoristas, que vêem em alta velocidade e em grande número, sobre a iminente mudança na qualidade da pista, limites de velocidade, atenção ou qualquer outra.
Mas não é só isso! Todos os postes, ao longo do referido trecho, estão apagados.
Como seria de se esperar, não há policiais num raio de 2 km.

Pedem pra gente votar no Cristo para uma das Maravilhas do Mundo Moderno, mas a campanha da oposição é forte...


sábado, junho 02, 2007

A VIDA IMITA A ARTE (ou: ADEUS WOJTYLA, ADEUS WALESA)


Homem na Polônia desperta do estado de coma após 19 anos.

Mulher na Alemanha Oriental desperta do estado de coma após queda do muro de Berlim.