domingo, junho 25, 2006

SUTILEZAS DA NOSSA LÍNGUA (IV)


ATENÇÃO: AO ADMINISTRAR REMÉDIO DE BARATA, AVISE-A PREVIAMENTE SOBRE EVENTUAIS EFEITOS COLATERAIS.

7 comentários:

Serjão disse...

O efeito colateral para ela é outra encarnação (rs)

irucos disse...

Isso porque você não viu uma placa na entrada de serviço de um edifício no Flamengo:
"Somente entre quando a porta se abrir."
Como se eu fosse entrar pela janela ou passar pela porta com os meus poderes paranormais! Hahaha
Depois eu tiro uma foto pra você postar aqui!
Beijocas

+ Kazzx + disse...

Crissmyass:

Thanks pela visita e comentário no gotas de fel, de um folêgo li (quase) tudo aqui, muito bom e criativo, a da parada gay foi o máximo, também concordo respeito se conquista não se impõe, uma coisa tão chata como a parada gay só poderia ser suavizada por um filme tão politicamente incorreto como Priscila, um filmão em contraste com um evento tão politico e pobre...

Abçs

Perozzi disse...

Conhecia remédio de agrião, de capim-navalha, de canela... De barata, não. Ferve a bichinha? Ou é tipo comprimido? (Freio nessa opção marota que acabou de lhe ocorrer...)

CrissMyAss disse...

Isso mesmo, freia e liga o pisca-alerta.

Ricardo Rayol disse...

Se pelo menos o efeito colateral for a morte do dito inseto tudo bem ehehehehe

Jarbas do Aparte disse...

Ela vai ficar no maior barato...pra la de Bagda. Por que ? Bagda nem pensar é mais perigoso que baraticida, mata até por descuito. Abs. Jarbas do Aparte.