sábado, dezembro 23, 2006

PRA VOCÊ QUE ACHA O NATAL UMA MERDA


South Park é um desenho animado cujos personagens são crianças de 5 ou 6 anos e suas famílias neuróticas, numa cidadezinha nevada e provinciana do Colorado, EUA.
Os autores são naturais de Columbine (aquela, de “Tiros em Columbine”) e são mordazes críticos do preconceituoso, beligerante, sexualmente reprimido e hipócrita american way of life.
No episódio de Natal, somos apresentados ao personagem Mr. Hankey, o cocô de Natal (foto).

Resumo:
A cidade ensaia a peça de Natal em que as crianças representarão o Presépio. Começa uma discussão porque certa mãe judia se sente ofendida pela Escola impor uma orientação religiosa cristã.
Isto desencadeia uma crise em que todos por alguma razão se sentem ofendidos por algum dos símbolos do Natal.
Tem então início uma busca por símbolos e modos de comemorar as Festas que não ofendam nenhuma religião, seita, facção ou orientação sexual.
Uma das crianças propõe a adoção de Mr. Hankey, o cocô de Natal, como símbolo universal, o que além de ser veementemente recusado, faz com que o menino seja internado num hospício por acreditar em tal aberração. (Mr. Hankey existe, mas só aparece para este menino).
A solução encontrada é um espetáculo de dança e música criado por Philip Glass. O show é horrível, um total fiasco, todos odeiam e a briga recomeça, desta vez em busca de culpados por tamanha descaracterização do Natal.
Em meio a este conflito Mr. Hankey decide aparecer para todos, apaziguando os ânimos, dando a maior lição de paz e amor, e demonstrando literalmente que até um pedaço de merda possui mais espírito natalino que muita gente de bem.

Feliz Natal!

19 comentários:

Denise Sollami disse...

pra vc também, Cris, feliz natal!
confesso que adoro natal!

strixflamea@bol.com.br disse...

A Dora (minha cunhada) detesto.
Mas adoro quem adora o Natal.
Mais do que o Natal, adoro a Denise. Mas, mais que a Denise, adoro quem tem as nádegas azuis.
Aproveito o "entre-nádegas", prá desejar a todos que frequentam esse espaço (o blog, não o azul) um Natal bem menos pior que o meu.
Um upa (prás fêminas) e um chute no saco pros demais.
FELIZ NATAL, cambada.
Strix.

Obscenum disse...

Eu sou dos que detestam o natal. Adorei o episódio de South Park e sua frase final foi lapidar: "demonstrando literalmente que até um pedaço de merda possui mais espírito natalino que muita gente de bem."
É isso mesmo, literalmente. Abraços.

Zé do Café disse...

Fala, Criss! Vim conferir os posts dos Deuses Gregos. Realmente, vimos (ou, não vimos) a mesma exposição. E fico sabendo (pelo Zeno) que não precisava nem ter visto pra comentar. Hehehe... Obrigado pela visita! Beijão e Feliz Tudo Que Vem Por Aí!
(Prometo no ano que vem voltar a postar mais amiúde... Promessa é dívida. E de dívidas, eu entendo!)

Alexandre disse...

Feliz Natal e Um Próspero Ano Novo.

sergio andrade disse...

Querida Criss, seu blog é visita obrigatória pra mim, estou todo dia aqui!
Que em 2007 vc continue nos presenteando com seus deliciosos posts :) Feliz Natal e Próspero 2007!

gugala disse...

cris, coloquei no Ao cubo³ uma trilha natalina ótima para ser baixada pelo rapidshare. Bom final de ano. bj

Camarada Arcanjo disse...

O Natal não tem qualquer culpa.

Alguns são umas merdas, mas sempre têm que botar a culpa em alguém ou em alguma coisa. Outros não.

Poucos tem a capacidade entender ou assumir sua própria circunstância, ou sua intrínseca característica.

Tenho dito!

Giulia disse...

Arcanjo, não sei não, mas eu diria que neste Natal você abusou do etílico...rsrs

Camarada Arcanjo disse...

rsrs..

Eles não tem culpa, mas alguns Natais são um horror.. rsrs

Homem-Hipérbole disse...

Eu gosto do Natal. Não pelo presente, pela família, pela mensagem.
Mas é uma época onde há neve no mundo todo, mesmo aqui. As coisas ficam diferentes, as pessoas sorriem mais.
Fora que é mais uma desculpa pra comer e vender tender bolinha (que só tem nessa época do ano, não sei porque...)

Giulia disse...

Pois é, Hipérbole, até a vegetariana aqui teve que assar um tender bolinha ao molho de manga que dizem ter ficado muito bom. Isto, para quem reclama que eu nunca contribuo para o "sistema". Ainda bem que é só uma vez por ano...

Homem-Hipérbole disse...

Ah!
Feliz Ano Novo pra todos nessa página!
Abraços!

Ricardo Rayol disse...

ahahahaha south park é genial!

Camarada Arcanjo disse...

Homem-Hipérbole,

No tempo que o Natal era uma festa da "família", um tender-bolinha era pouco para atender a toda a família.

Hoje em dia, quando as coisas estão mais para o individual, um tender-bolinha chega para atender "os mais chegados".

Novos tempos, novas atitudes, novos hábitos, novos vícios..

Nem sempre melhores.

Homem-Hipérbole disse...

É... Eu queria ter mais tempo, mais atitute, mais bons-hábitos, pra justificar todos os meus vícios e TOCs.
Mas, enquanto eu não afeto a vida alheia de maneira negativa, eu tento ser feliz.
Em 2007, fora o medo, acho que se quisermos e nos esforçarmos, poderemos ser felizes. Por que não?

Camarada Arcanjo disse...

Concordo perfeitamente com o que você disse.

S0MBR4 disse...

eu nao gosto de natal... ultimamente esses "festejos" natalinos tem sido cada vez mais bizarros...

dessa vez tive que assistir um dvd pirata da banda calypso!

fiquei tao traumatizado que nem tive folego pra ligar o computador depois do dia 24!

:-(

José disse...

Natal é merda.

compra, compra, compra mais ainda.

ensina teu filho a receber prendas e a comprar mais ainda, no futuro.

vou passar o meu sozinho, não porque queira, mas porque não tenho outra opção, e acha que tou feliz? só se for por voces, com maridos e filhos e familias *felizes* e eu aqui na merda.

é, natal é merda mesmo, mas só para alguns.

feliz natal... e cresce, pode ser que daqui a uns anos, voce veja tudo de modo diferente.