sábado, julho 22, 2006

CUISINE DE BUTECÔ

Comer ou não comer, eis a questão.

12 comentários:

Serjão disse...

Dipendi. A princípio o suco gástrico mata tudo o que o cozimento não consegue. Mas tem certos macetes que devem ser postos em prática, Portanto, fora de casa, jamais : Frutos do Mar, Maionese e Saladas. E quanto mais passado, menor o risco.

S0MBR4 disse...

ihh ovo colorido?! só se for azul!rsssss

l...ui...sa disse...

écouti

José Manuel Dias disse...

Cabe a cada um a decisão..
Abraço de Portugal!

Denise Sollami disse...

Quer dizer que vc não gostou da minha "história das tetas cabeludas"? Ora, como diria vc, é TOSCA!

Ricardo Rayol disse...

Argh

Rafael Galvão disse...

Comida de boteco é o que pode existir de melhor. Pastel murcho. Ovo rosa. Pilombeta quase podre. A fatia de bolo de ovos menos visada pelas moscas. A comida de boteco é a haute cuisine do século XXI.

I Am Evil disse...

Não importa a cor do ovo, mas quando ele foi cozido, minha filha.
Deu saudade do Imundo's Bar que eu frequentava nos tempos da faculdade...

Nevão disse...

Pedaço de soneto:
Boteco bom é aquele bem imundo, cheio de graxa e mosca pelo teto. Parede nunca faz ângulo reto, e o sanitário é sempre nauseabundo

Mello disse...

Eu adoro comida de boteco... mas ovo cor de rosa, eu confesso... ainda não experimentei. Já comi sanduíche de pernil e bolinhos mil, mas ovo Technicolor... Coragem, coragem!

Rogério de Moraes disse...

Dando proseguimento à filosofada " O que seria mais nobre para o estômago; comer, deglutir... talvez vomitar." Também sou fâ de comida de rua (seja em boteco, seja em barraquinhas), quanto mais suja mais gostosa, mas é preciso ter estômago adaptado, pois não é qualquer um que aguenta a parada. Mas desafio mesmo era comer a tripa de carneiro frita, do bar do seu osmar. Aí sim eu falava que o cabra era valente.

marcos rs disse...

Mais bien sûr! Ovo colorido, coxinha suspeita, torresmo cabeludo... É só rebater com um bom goró.

Rogério, onde fica o bar do seu Osmar? :)