terça-feira, janeiro 30, 2007

PAG E PEG (alguma doença)

O que fazem aquelas senhoras na porta dos banheiros públicos, além de coletar dinheiro e dar o troco, indicando-nos, com o queixo, o cartaz com o preço ou por qual lado da roleta devemos passar?
- Moça, por que este banheiro é pago, se não tem papel nem sabão, está todo sujo, fedorento, sem válvulas e com o chão todo molhado?
- Não sei não senhora.

.

5 comentários:

Anônimo disse...

Visitei na Líbia as ruínas romanas de Leptus Magnus ou Magna, sei lá. Acho que esta foto é de lá. Mas muito mais interessante e menos dispedioso é visitar o WC masculino do Edifício-garagem M. Cortes, onde ficam uns caras se masturbando, espiando os mictantes pelas portas entreabertas das privadas. Dando-se mais uma merreca pro porteiro o usuário enraba ou se deixa enrabar numa boa, na hora do almoço, sem pagar motel.

CrissMyAss disse...

Tá por dentro, hein?

gugala disse...

Não, Criss, ele tá por dentro, tá por fora, tá por dentro, tá por fora, tá por dentro, tá por fora, tá por dentro, tá por fora...ahaha

Leandro disse...

Muito bem obsevado.
Tem o lance de a gente pagar pelo que nem sabe e o de se fazer aquilo que foi dito sem nunca se perguntar por quê.
Tempos atrás, quande se pagava pelo uso de um sanitário, que me lembre, era limpinho, com papel, toalha, sabonete e outros mimos (mas não os do anônimo aí).

Leandro disse...

Muito bem obsevado.
Tem o lance de a gente pagar pelo que nem sabe e o de se fazer aquilo que foi dito sem nunca se perguntar por quê.
Tempos atrás, quande se pagava pelo uso de um sanitário, que me lembre, era limpinho, com papel, toalha, sabonete e outros mimos (mas não os do anônimo aí); agora...