quarta-feira, agosto 09, 2006

COM QUEM SERÁ, COM QUEM SERÁ....

Do blogue do Wilson Falchi, tirei um interessante trecho para acalorar nosso debate, o qual colocarei na caixa de comentários aqui embaixo. Além de questionar os motivos que levariam uma pessoa a desistir de seu blogue, ele coloca em foco os relacionamentos pessoais e seus reflexos nos blogues.
O Mello, por exemplo, teve a cara-de-pau de admitir que está de namorada nova e por isso tem postado pouco (tipo, quase nada).
Mr.Fitzwilliam, mais discreto e fleugmático, alegou sutilmente a "retomada de sua incipiente vida pessoal" como motivo para a falta de posts.
O Eduardo veio com essa desculpa das fotos em papel preto-e-branco, como se só isso fosse atração no blogue dele...
E o Alberto? A julgar pela parada súbita, encontrou o amor da vida dele desse mês, mas ainda está na dúvida se é uma top-model ou um lap-top. Enfim, é top, top, ou top-top.
O Mantis, um cara que vinha aqui sempre, de uma hora pra outra tirou o blogue do ar. Será que casou?
Por isso é que eu aconselho postar todo dia: pra não dar bandeira;
Imagina o que vão pensar de mim!

31 comentários:

CrissMyAss disse...

Trecho (resumido) do texto do Wilson Falchi:
“Puta arrependida e blogueiro que desiste
têm uma coisa em comum: são pura ficção.”
Essa frase ouvi do Fernando Cals(...)Fiquei matutando e resolvi discordar. Conheço alguns que desistiram. Tem o ‘Smart Shade of Blue’, grande blogueiro com enorme sucesso, que de uma hora pra outra nos deixou na saudade e, agora, vagueia pelas caixas de comentários alheias. (...). Não sei se são exceções que confirmam a regra, mas que existem, existem. Não sei se em maior ou menor percentual que putas arrependidas, que também acho existirem.
Fiquei então pensando o que pode fazer um blogueiro desistir. Caixas de comentários vazias, decepções com a falta de entendimento dos leitores, ganhar na Mega Sena, ou encontrar mais o que fazer da vida, sei lá.
Achei então um motivo mais específico, que teria todos os ingredientes para fazer um blogueiro desistir. Seria o caso de um casal de blogueiros, cada um com seu blog particular, (...) fora outros casais que assinam blogs conjuntos(...)
E se algum desses casais se separassem (toc, toc, toc na madeira). No caso daqueles que tem blogs conjuntos, o blog entraria na partilha dos bens? Já seria um primeiro problema. Mas sem complicar muito, quero me ater aos casais com blogs individuais.
Nesse caso, a primeira coisa que ocorreria é, em geral, enquanto um deles tenta manter as aparências e seguir a vida como se nada tivesse acontecido, o outro(a) resolve contar tudo num post, ou numa série, longa e sofrida. Aí o outro lê, porque apesar da promessa de nunca mais visitar o blog alheio, logo vê que isso é impossível. Então resolve contar a sua versão dos fatos.
Aí começa a lavagem de roupa suja em público. Inicialmente os comentaristas, que eram comuns e, vários deles amigos do casal, tentam botar panos quentes, mas com o passar do tempo, e dos argumentos de cada lado, algumas dissidências vão se verificando. Aquela comentarista nova, do blog do cara, em quem ele estava ficando interessado (homem é tudo cafajeste), toma partido e fica do lado dela, ou seja, desaparece dos comments dele. Pode por um vice-versa, porque mulher nem sempre é solidária.
Outra complicação: você fica trombando com o desafeto nas caixas de comentários dos blogs preferidos, e isso incomoda a ponto de começarem cada um a procurar a sua panelinha exclusiva. Mas como esse mundo bloguístico é pequeno, até aquele blog novo que um cultivava como exclusivo, acaba sendo descoberto. Adivinha por quem?
Aquela liberdade de falar de tudo e de todos começa a passar pela auto-censura: o que será que o outro vai pensar se ler isso?
Até que, tragédia das tragédias, alguém coloca um post falando do novo amor, com fotos inclusive.
Aí, quem ainda está a ver navios começa a pensar na alternativa final: o bloguicídio. Prepara um texto de despedida, coloca toda amargura e sofrimento em palavras... e manda publicar.
Em seguida, levanta-se, serve-se de uma bebida, que sorve vagarosamente.
Retorna ao computador. Chama o hospedeiro, vai até as configurações e olha pro botão que tantas vezes o seduziu.
//Excluir Blog?//. Dá um último gole, e...

sergio andrade disse...

Muito interessante esse texto do Wilson. Acho que para um blogueiro decidir excluir o blog de vez só depois de muita bebida. Pra que excluir? Basta escrever um texto dizendo que não vai mais atualizar o blog e pronto. Pelo menos os textos estarão preservados, no caso de alguém tiver interesse.
E depois, passada a crise é só voltar a publicar. Caso contrário, se bater um arrependimento ai vai ser tarde!
Bem, sobre o que é um blogue bom, li atentamente todos os comentários e concordo com vários deles.
Pessoalmente, prefiro blogues que tenham um estilo próprio, que tenham a "cara do dono", e que fazem com que eu queira retornar a ele outras vezes.
E acho uma forma de respeito responder a todos os comentários de sua meia dúzia de leitores :)
Finalizando, ex. de um blogue bom: este mesmo!!!
Abração, Criss :)

CrissMyAss disse...

Sérgio, o o Mantis? Terá sido um porre? Vai ver ele se separou, como na teoria do Wilson. Achei que ele tinha se casado. Vai ver, tomou um porre no dia do casamento. Vai ver o casamento dele é um porre.

Ricardo Rayol disse...

Tem hora que complica mesmo. De repente a criatividade desaparece e sem idéias no post. No meu caso recorro as "noticias" de celebridades que são um poço profundo de baboseiras e ótimas para sacanear.

Moacy disse...

Oi, é a primeira vez que venho aqui, através de um comentário seu no Kino Crazy. De cara, uma discussão muito salutar sobre o que é um blogue bom, ou não. De minha parte, no caso de um blogue, especificamente, o conteúdo é mais importante do que a forma. Talvez porque a minha experiência tenha nascido no interior da Universidade, em sua fase pré-internet, como um zinepanfleto bastante politizado, com amplo espaço para o humor, o cinema, a poesia etc. Parece-me, se não entendi mal, que, para você, a "embalagem" é essencial. Respeito o seu ponto de vista, claro. De qualquer maneira, parabéns pelo debate estabelecido. Um abraço.

gugala disse...

criss, não existe ex-blogueiro. Isso é fato. O Smart mudou de endereço, só.

gugala disse...

Smart=
http://subsolo.org/hermenauta/

gugala disse...

ps- um blog bom não pode ter moderador por longos períodos, apesar de eu entender alguns momentos dessa necessidade. bj

Fitzwilliam disse...

Eu tenho outras desculpas também. Não posto mais até segunda porque vou subir a serra...
Mas deixei um post antes de viajar.

sergio disse...

Ou todas essas alternativas hehe!
Seria o caso de perguntar: "Onde está Mantis?" :)

Frederico disse...

Por essas e outras, tenho um back up emocional. Como sempre escrevo meus posts no word (e até alguns comentários também!), gravo no computador. Imagina se perco o "Meu Precioooosoooo" (copyright O Senhor dos Anéis)...

wilson falchi disse...

Pô, Criss, você me pôs na roda, agora tenho que dançar, né?
Vamos por partes: Som no blog não gosto nem vejo necessidade. O máximo seriam links para músicas.
Quanto ao que define um bom blog, a boa escrita é o principal. Pode contar o caso mais sem graça, mas se bem escrito, e sempre que possivel com humor, leio até o fim. Outro ponto: não ter posts longos. Quero ler vários blogs num dia, e o tempo é cada vez mais escasso. Quanto a estilo e a diversidade de temas, não ligo muito. Se for monotemático, mas de bom nível, vou visitar quando estiver interessado no tema. Mas a vantagem dos multi é sempre grande. Bom, não quero me alongar. Tão me chamando pra uma cerveja. Inté e um abração.

P.S1. Criss, só pra uma rasgadinha de seda rápida: O seu é exemplo de bom blog.

P.S2: sérgio, o bloguicídio, foi só uma 'romanceada' final pra aumentar a carga dramática. No meu caso tenho tudo salvo no word, que não sou besta.

Denise Sollami disse...

Alguém falou em blog conjunto? Com marido, namorado? Nem pensar! Relutei até dizer para o meu marido que eu tinha um e disse para que não houvesse um pingo de dúvida que não estava eu a teclar para algum interlocutor específico, e sim para um espaço que eu mesma criara (e confesso que, também, para evitar qualquer perigo de a criatura virar marido-amiga, daqueles que sabem tudo sobre a gente. Marido-amiga é de matar).
De resto, acho que tem épocas que se tem mais necessidade de expressão, outras menos, que às vezes falta tempo, há as viagens e todo o torvelinho da vida. Agora, apagar tudo é besteira, melhor dar um tempo, editar o blog, fazer uma limpa, como se faz na estante e no armário. É que nunca se sabe, pode acontecer de a porta de um avião cair na cabeça da gente, né? Neste caso, o blog ficaria 'for the records' com o incoveniente de a meia dúzia de dois ou três leitores a se perguntar o que raios teria acontecido...

CrissMyAss disse...

Que aliás, Denise, foi o caso do Mantis. Estamos aqui a ruminar que porra terá lhe acontecido. Vai ver ele está no meio daquela suruba lá da foto.
Blogue conjunto é realmente o cu do curucucu. Não, enganei-me: o cu do curucucu é o tal marido-amiga. Mas pra não correr esse risco, sou da teoria de que DEVE restar um pingo de dúvida acerca do tal interlocutor mascarado. Pelo sim, pelo não.
Isso, quando não for recomendável a própria existência do interlocutor mascarado. Pelo sim, pelo não.

CrissMyAss disse...

Wilson, o Guga aqui forneceu o novo endereço do Smart Shade of Blue. Quando eu ingressei na Blogolândia, ele já era lenda e o blogue dele já estava fora do ar. Vou lá ver quem é, mas já vi esse Hermenauta comentar, acho que foi no Rafael Galvão.
Só espero que não seja uma surpresa do tipo Cora Ronai.

S0MBR4 disse...

a pior coisa do mundo é ter pessoas proximas que sabem do seu blog...

muito irritante ficar discutindo seu blog fora da blogosfera, fora o fato que perde toda a graça de manter esse fetiche de id secreta!

eu entendo e apoio quem posta pouco em funçao de relaciomentos, desde que o motivo seja falta de tempo livre em função de sexo selvagem frequente e ininterrupto!rssssssssss

Frederico disse...

Moças, adorei a idéia do "interlocutor mascarado". Soa como um super-herói, salvador dos relacionamentos meia-bomba, fachada para a festa de casamento da(o) amiga(o) e outras ocasiões. Se quiserem, no maior respeito, me candidato ao "interlocutor mascarado". Mas não dou meu telefone, meu endereço ou meu CPF. Sabe lá se aparece o arquiinimigo do "interlocutor mascarado", o "marido ciumento" com um bacamarte na mão!?!?! inclua-me fora!

Mello disse...

Fui nominalmente citado (o que é uma honra, em se tratando do CrissMyAss), e por isso, vejo-me no direito de fazer um comentário.

É... a namorada nova existe. Mas nem é mais tão nova assim, né? Já se passaram mais de dois meses. O motivo da ausência no blog nunca foi esse, na verdade. Foi uma conjunção de perrengues de naturezas diversas. O mais grave, ainda não resolvido, é a pane do meu computador caseiro. Ainda não o consertei. Estou aguardando a chegada de um substituto portátil, que encomendei a um amigo. Depois que tiver outro computador funcionando em casa, eu mando esse pro conserto. Mas isso não é tudo: também houve uma série de mudanças na segurança da rede no local onde trabalho, que me deixaram com o acesso ao blog bloqueado por algum tempo. Agora já liberou geral, e eu posso ficar aqui, blogando no serviço (he he he). Também há uma questão pessoal envolvida: eu andava muito deprimido e insatisfeito no trabalho, e isso se refletiu na minha capacidade de escrever, eu acredito. Agora, estou na fase workaholic, e a tendência - com a chegada do esperado notebook - deve ser a de voltar a escrever mais. Desculpas à parte, no entanto, acho que minha ausência periódica no blog é um traço da minha personalidade mesmo. Eu sou meio cíclico na minha dedicação ao blog, desde que entrei nesse negócio. Tenho fases de muito interesse, alternadas com muita preguiça... sei lá. Coisas de cometa...

Serjão disse...

Criss
Principalmente que escreve política às vezes enche o saco. Mas na minha opinião o Texto definitivo sobre isso está aqui:

http://metamorfosesdepsique.blogspot.com/2005/12/vcios.html

Não deixe de ler e depois me diz o que achou.

Abs

CrissMyAss disse...

Serjão, "às vezes"? eu sofreria se tivesse que escrever sobre política caso minha sobrevivência dependesse disso; que dirá por puro hobby! Nesse ponto, você é um herói.
Até porque nada de novo acontece na política, e o mesmo post poderia ser reescrito à exaustão, às vezes mudando um nome, às vezes só o primeiro nome, e às vezes nem isso. Por exemplo, o bundão da semana: sempre vai haver um. Mas que é engraçado, é.

Passarim disse...

Cris,

Com todos estes coincidentes argumentos, descobri que vc é uma solitária (pessoa solitária e não verme) e que por não ter ninguem em sua vida, tem todo tempo para postar em seu Blog, assim que nem eu. hahahaha...Jarbas do Aparte.

CrissMyAss disse...

Jarbas, agora que você mencionou... acho que vou me matar.

S0MBR4 disse...

Se matar?!HAHAHAHAHAHAHAHA...

Chama de volta o Strixxx! Era bem mais divertido! Cada coisa que a gente lê!

Esse nonsense aí devia ser tema de debate!

:-p

Camarada Arcanjo disse...

Confesso que eu já estou de saco cheio de escrever no meu blog. O blog do Camarada Arcanjo é exclusivamente político.

O meu blog existe para expor idéias e opiniões e estimular a discussão política nas suas raízes mais profundas, sem o apego partidário. Poquíssimos entendem isso, é um saco discutir politica partidária, é incongruente.

Como defender um corrupto ou cafajeste só porque ele é do meu partido, eu confesso que não aguento mais isso.

Então criei o blog para agregar quem consegue discutir idéias e se abstrair de partidos e até hoje o retorno foi pequeno.

Sinceramente parece uma coisa impossíveel convidar pessoas à pensar e as pessoas desvencilharem a atenção de seus umbigos para olhar o horizonte. Cansa...

Camarada Arcanjo disse...

E ainda tem outra coisa.

O modelo de blog para os meus assuntos não é a "mídia" ideal. Porque os assuntos que eu abordo não tem temporalidade, são princípios políticos, idéias, fundamentos, meio para melhorar a qualidade da política, da vida e da dignidade do cidadão e de seus representantes.

Mas no blog (tipo de mídia que se classifica por data) um assunto quando está ganhando embalo, massa crítica, vai sendo obsoltado pela classificação de datas, ou seja, menos pessoas vão acessando.

Eu preciso pensar melhor sobre tudo isso.

CrissMyAss disse...

Arcanjo: o que fazer, se meu umbigo é lindo e a política é tão feia?
Político corrupto é pleonasmo!

CrissMyAss disse...

Respondendo ao Moacy, não é bem a "embalagem" o que vale num blogue. Talvez a palavra exata seja "estilo". A graça da história, caso, notícia, comentário, ou o que quer que se escreva, está no modo como se escreve.

S0MBR4 disse...

eu nunca vi o umbigo da Criss!!!

;-p

Camarada Arcanjo disse...

O umbigo também é lindo, é? rsrs
Deixa eu adivinhar.. è azul?

Você está certa, quando estou de saco cheio do meu blog e política, venho aqui, na Saramar, Santa, Nat, Gusta, na virgínia para culinária, nos blogs de poesias que sugiro a leitura etc

Eu confesso, sinto falta de troca de idéias.. Não vivo mais sem isso.

marcos rs disse...

Só espero que não seja uma surpresa do tipo Cora Ronai.

Qual é a surpresa com a Cora? Vai dizer que ela é homem?! :-O

Camarada Arcanjo disse...

Fiquei curioso agora!
Se o bumbum azul é luminoso, exuberante, como será o umbigo, que alegadamente é lindo?
Hum? Tem foto aí?
Não, não mostra ou posso me paixonar. rsrsrsrs