segunda-feira, agosto 14, 2006

VOA, PASSARINHO, VOA...!

Jarbas, (vulgo Passarim)

Respondendo a seu último comentário (e também ao penúltimo, aquele lindo).

Não sei o que você entende por qualidade discutível. Como está sempre aqui, suponho que ainda não chegou a uma conclusão.
Ou, então, vem aqui apenas para fazer algum comentário sutilmente nada-a-ver para, de quebra, deixar transcritos os seus posts, aproveitando o espaço e a ocasião, na aba da minha discutível popularidade, para mandar, antidemocraticamente, e goela abaixo de meus leitores, aquilo que eles encontrariam em seu blogue, caso lá fossem. Coisa que não fazem, por alguma razão.
Ou pensou que eu não tinha feito reparo em seu proceder? Pois, reparei. E mais: não gostei.
Convidar a ler seu blogue, fazer referência a algum post, de vez em quando, vá lá.
Mas a transcrição, (na íntegra!), era só o que me faltava, virar sucursal do seu palanque, digo, blogue.
Uma vez você me escreveu dizendo que me linkava, e que o fazia sem necessidade da recíproca. O conteúdo político do seu blogue não faz dele algo que eu especialmente recomende. Principalmente se tratando de apologia ao voto útil no chuchu, e do apoio explícito ao janotinha do Aecín Névis.
Deixei isto claro em um email que lhe enviei, agradecendo, no entanto, a gentileza de ter sido linkada.
Aproveitando outra ocasião, v. solicitou que eu me explicasse publicamente sobre a mesma questão; a contragosto, assim fiz, ainda que admirando sua disposição em crer na política.
Não sei se essa é a razão de v. ter sido tão pouco cortês em seus últimos comentários. E digo, últimos, não só porque são os mais recentes, mas também porque não haverá chance de v. publicar outro aqui, caso insista nessa linha oportunista.
Mais adiante, diz também:
“Um blogueiro comprometido tem obrigação de colocar pelo menos um texto por semana.”
Isso me soa tão, assim, começo dos anos setenta... Aliás, não havia, lá pelos idos da ditadura, um ministro com esse nome?
Blogueiro comprometido: Não existe tal coisa. Eis a graça e a desgraça da Internet. Nem mesmo a enciclopédia virtual é confiável. Ninguém tem compromisso com coisa alguma. Graças a Deus, e ao contrário do jogo-do-bicho, não vale o escrito.
E, antes que eu me esqueça, Jarbas, vai tomar no rabo.

24 comentários:

Frederico disse...

Iaaaaaaaaaaaaaaaaauu !!!!! ô Jarbas, na boa, ficou chato pra você... diz que vai no banheiro, deixa a sua parte da conta e cai fora... essa defenestração pública me lembrou o velho “hit” “voa canarinho voa”, aqui mudado para “voa passarinho voa”. Cara, espero que tenha aprendido: você SE LEVA MUITO A SÉRIO! Adeus!!!

S0MBR4 disse...

HAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!

Esse vai tomar no rabo transcendeu a interpretação básica do insulto!!!

EU TE ADOROOOOOOOO!!!

PS: hey... vc ainda foi lá pra ler?!

Camarada Arcanjo disse...

CrissMyAss,

Visitar seu blog está se tornando um agradável hábito, quase um vício, que não largo. Raro a visita que não dou boas gargalhadas com o seu texto. rsrsrs

Muito obrigado.

gugala disse...

ui

Perozzi disse...

Caracas... O pau tá comendo feio por aqui... Só por curiosidade. Passarinho é nome, ou apelido?

Camarada Arcanjo disse...

Perozzi,

Passarinho é uma ave pequena e delicada, que quando criado na gaiola não aprende a voar. Neste caso, só come o que lhe oferecem, como os Canários da Terra, Arlequim Português ou Belga.
rsrsrss

Eu detesto passarinho na gaiola. Esse negócio de criação de passarinho preso sem ter cometido crime algum, Acho um absurdo. Mas somente a título de informação ao amigo Perozzi, aqui vai um link muito didático. rsrs

Nevão disse...

Cuidado!
O cara pode acionar você por preconceito contra quem dá o rabo numa boa, sem ser mandado. Na última parada gay havia até o anúncio de um site que acolhe queixas de quem é mandado sem coercão, digo, cuerção.
A expressão vá-tomar-no-rabo é algo politicamente incorreto que deve ser banido do nosso cotidiando, digo, cutidiano.

Leandro disse...

Cheguei atrasado pra festa?

S0MBR4 disse...

Mas afinal de contas, o Passarim deu sinal de vida depois disso?!

Camarada Arcanjo disse...

Desconfio que ainda não.. rsrs

Rogério de Moraes disse...

Se é pra ser franco, não me atrai pendengas entre blogueiros, seja de que natureza for. Cheguei há pouco tempo, por isso não posso emitir juízo acintoso, mas me soou exagerada a reação. Ao menos em princípio, não me pareceu para tanto. Além do que, o tal "discutível" do comentário em questão, a mim pareceu mais uma colocação infeliz do que uma provocação, coisa de quem não conhece a língua portuguesa mesmo, pois em seguida ele diz: "que provoca discussão...". Entre erros de acentuação e mal uso de adjetivos, acho que foi muito mais uma questão de má colocação do que de maldade. Mas também posso estar errado. Seja como for, não quero polemizar, quis apenas apresentar minha perspectiva; não em defesa desse ou daquele (pois já disse que não me interesso por pendengas), mas em defesa do bom senso. Como já disse, sou novo por aqui. Tenho gostado muito do conteúdo e das discussões (mesmo com alguns comentários discutíveis...rs) e até já linkei, o que prova minha reverência à qualidade deste blog, mas confesso que esse último post não me agradou. Mas deixe eu me calar, antes que alguém me mande também tomar no rabo... rs

CrissMyAss disse...

Ahahaha Rogério, VTF...
(Brincadeira)
Primeiro, também achei que era mais por falta de traquejo social do que por maldade. Depois, achei que era maldade mesmo, disfarçada de falta de traquejo social. Sabe como é mineiro, é tudo "pelas beiradas", "na moita".
Aqui nesse blogue também, sabe como é: um diz "mata", o outro grita "esfola". Os pessoar bota pilha, não querem que eu deixe barato. Até o Strix achou desaforo.
No fim, cheguei à conclusão de que falta de traquejo social também merece porrada; o cara é jornalista, professor, o c%$#lho, não pode se comportar como um capiau quando lhe convém.
Note que eu até fui deixando rolar numa boa.
O que pegou mesmo foi esse jeitinho que ele dá de transcrever os posts dele aqui, como quem não quer nada. Se não fosse o moderador de comentários, qualquer dia isso aqui ia virar reduto do Aécio Neves. Ninguém merece!

Rogério de Moraes disse...

Tá bom, criss... entendo suas justificativas (não que as deva a mim ou a ninguém). Mas o "vai tomar no rabo", foi foda!!! Nunca me aconteceu algo parecido, mas se acontecer excluo meu blog e sumo com o teclado entre as pernas.

disse...

hahahahaha, olha isso.

Camarada Arcanjo disse...

E a avezinha, nada ainda..

Ricardo Rayol disse...

Eu uso outra abordagem. Peço para me mandar um email e dou uma olhada. Se for algo que valha a pena indicar ok caso contrário não. Pode não ser a melhor solução mas não vou ter que passar pelo desabor de mandar alguém tomar no rabo ahahahahahaha

CrissMyAss disse...

Isso, Ricardo, quando a pessoa pergunta se pode te mandar uma matéria.
Outra coisa é quando a pessoa confunde comentário com horário eleitoral gratuito.

eduardo lima disse...

Corria o ano de mil novecentos e setenta e poucos e a moda nas escolas era cantar o hino nacional e trocar figurinhas do álbum sensação da época. Tinha figurinhas, vulgo cromos, das armas nacionais,do Médici, da bandeira, do duque de caxias e o escambau. A mais difícil de todas era a do ministro da educação. Completei a quarta-série sem completar meu álbum. Faltou esse filha da puta do jarbas passarinho.

S0MBR4 disse...

Achei isso aqui no blog:

Eu estava na Convenção do PSDB e não vi nada parecido com o que Anselmo Gois afirma sobre o Aécio Neves. Anselmo Gois esta a serviço de Lula e atras de uma vaguinha na Play TV.

Jarbas | Homepage | 06.19.06 - 11:09am

sergio andrade disse...

Acho que perdi alguma coisa...Pelo que entendi esse tal de Jarbas Passarim transcreveu (literalmente) textos do blogue dele aqui nos seus comments? É isso mesmo? Se for, repito aqui suas palavras: vai tomar no rabo!!!

Anunciação disse...

Valeu!Gostei!

Adelino disse...

"Só por curiosidade. Passarinho é nome, ou apelido?" (PEROZZI).

Cuidado, Perozzi, uma vez, Jarbas Passarinho respondeu assim a um estudante de direito que queria ridicularizá-lo pelo nome: - O Passarinho é meu mesmo. Use-o à vontade, mas com moderação...

Homem-Hipérbole disse...

Muito bom. Deixou o caboclo humilde. Me divirto. É isso que blogs are all about: F.U.N!

Homem-Hipérbole disse...

Blogs não deveriam servir pra lavar roupa suja, mas dessa vez, a roupa não tava suja. Estava num lixão... Muito boa resposta.

O S0mbr4 tá de parabéns com a campanha anti-militante tb.

Eu apóio!

E que a diversão continue!